Entendendo a Cromoterapia-Parte 1

Este texto busca mostrar, de uma maneira simples e direta, o que é a Cromoterapia, seus princípios e como atua em nosso organismo.

Haverá outros textos, onde aprofundaremos um pouco mais, com detalhes.

Aproveitem a leitura e, caso queiram, mandem suas dúvidas para nós clicando aqui ou através do eMail capobezerrademenezes@gmail.com.

Vamos lá!

Afinal, o que é Cromoterapia, qual sua origem e benefícios?

A cromoterapia é um tipo de tratamento complementar que utiliza ondas emitidas pelas cores atuando em células do corpo e melhorando o equilíbrio entre o corpo e a mente, sendo que cada cor apresenta uma função terapêutica diferente.

Ou seja, quando as cores se encontram equilibradas em nosso organismo, sem a predominância de uma ou a falta de outra, o indivíduo tende a estar em harmonia.

A cromoterapia pode ser utilizada como tratamento complementar à medicina convencional, sem quaisquer interferências nas prescrições médicas, ou na terapia preventiva.

Existem relatos de que essa terapia vem sendo utilizada pelo homem desde as antigas civilizações. Pode-se dizer que a Cromoterapia teve seu berço no Egito Antigo, mas que já estava presente há muitos milênios em civilizações antigas, como as civilizações: da Índia, da Grécia, da China, do Japão, da Rússia, de Roma, da Espanha, da Fenícia, da África, da Pérsia, do México, da Coréia do Sul e do Norte, de Asteca, dos Caldeus, dos Incas, dos Maias, etc. Suas aplicações terapêuticas foram comprovadas por experimentações constantes e verificações de resultados.

E os Chakras, o que têm a ver com a Cromoterapia?

Os Chakras são centros energéticos com a função de canalizar energias vitais e equilibrar os corpos físico, mental e espiritual.

A Cromoterapia pode auxiliar neste processo. Como?

Cada chakra tem a energia de uma cor que é conduzida para o organismo por meio dos meridianos. Essa energia, que é percorrida em ondulações e não em linha reta.  Como as ondas de luz, tem seu movimento no sentido horário e a rotação de cada um pode variar, cada chakra possui significado, cor, mantra e elemento específicos, que estimulam seu movimento. Quanto mais lento os movimentos, mais densa a massa e a evolução da pessoa.

Pois bem, temos sete Chakras principais que estão relacionados às sete cores utilizadas na cromoterapia. A cor relacionada a cada um dos Chakras é a que domina, porém, qualquer Chakra pode absorver qualquer cor, dependendo do estado emocional ou sua necessidade específica naquele momento.

Veja, na ilustração abaixo, a localização de cada Chakra.

O que cada cor significa?

Vermelho, a cor da energia

É uma cor poderosa e deve haver precauções no seu uso, pois em excesso pode provocar nervosismo e ansiedade. Pode despertar a sexualidade e erotismo.  Área de atuação: ativa a circulação e estimula o sistema nervoso. O vermelho está ligado ao Chakra básico, que está localizado no baixo ventre e que comanda a coluna vertebral.

Laranja, o estimulante emocional

É uma cor alegre e antidepressiva. Rejuvenesce e melhora o metabolismo e o sistema digestivo. Pode elevar a pressão sanguínea. Corresponde ao Chakra umbilical, que comanda as ações relacionadas com o sexo. Influencia o processo de tomar decisões.

Amarelo, estimulando a felicidade

É uma cor inspiradora por isso pode provocar alguma distração e perda do foco.

Esta cor influencia o dinamismo e a capacidade de expressão. Área de atuação: olhos, ouvidos, ossos e tecidos internos. Está ligada ao Chakra Plexo Solar que rege o estômago e corresponde ao poder pessoal e satisfação.

Verde, a cor da cura

É uma cor associada à natureza, tranquilidade, equilíbrio e saúde. Área de atuação: problemas cardíacos, dores de cabeça, insônias, etc. É uma cor referente ao Chakra cardíaco, que comanda o coração e o sistema circulatório.

Azul, a cor do relaxamento

É uma cor que traz paz, serenidade e promove a meditação. Área de atuação: baixa a pressão arterial, tem função analgésica. Corresponde ao Chakra laríngeo, que atua no sistema respiratório e faz a gestão da expressão verbal.

Índigo, o calmante

É uma cor que simboliza a intuição e a compreensão. Área de atuação: purifica o sangue e tem um efeito anestésico e coagulante. É representada pelo Chakra frontal, localizado no centro da testa e que controla o sistema nervoso.

Violeta, a cor da criatividade

É uma cor relacionada com a estabilidade e paz na consciência. Promove a concentração e eleva a autoestima. Acalma os nervos e os músculos do corpo, e elimina infecções e inflamações. O Chakra correspondente é o coronário, localizado no alto da cabeça e que está relacionado com a concentração e espiritualidade.

Não perca o próximo texto: Como é uma sessão de Cromoterapia?

Cynthia Ermoso
Cromoterapeuta Voluntária do CAPO Bezerra de Menezes

Bases bibliográficas:

FURLAN, ANDRÉ. O PODER DAS CORES: CROMOTERAPIA (pp. 2-4).
hipercultura.com
studioneopilatesemsantos.com.br

Gostou do conteúdo acima?
Veja outros que podem te interessar…

Esta imagem possuí um atributo alt vazio; O nome do arquivo é image-15.png

Queremos saber sua opinião sobre este artigo/postagem. Deixe aqui seu comentário.